Musicas da Vida

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Eu sempre e acho que todos, quando escutam alguma musica falam: "caralho mano, essa musica ta falando exatamente o que eu estou pensando agora" ou como o nome de uma própria musica do Dance Of Days "Essa musica me diz tanto que nem sei como não tem meu nome".

Às vezes eu tenho raiva disso (sim eu sei egoísmo da minha parte), mas eu queria ter escrito sobre aquele sentimento, sobre aquela historia, daquela forma, ou até melhor, mas infelizmente ainda não tenho o talento para tal coisa, mas se tivesse creio eu que coisas boas sairiam delas.

Mas adoro escutar essas musicas, e quando, e cada vez que me identifico mais com elas, mais quero ouvi-las, e escuto uma, duas, três vezes ou mais, até eu conseguir gravar aquela mensagem na minha cabeça. Algumas são desabafos, outras mensagens positivas, sobre o que se pensar, e como agir, e outras como todas as demais, sobre sentimentos romances, amores e tudo mais.

É uma pena os músicos de hoje, não escreverem musicas como as dos músicos das décadas passadas, ao mesmo tempo em que eles falavam de amor, eles também passavam mensagens positivas, e acabava com isso influenciando uma grande parte de um publico ou população. Não estou dizendo que hoje não tenha músicos bons e bons letristas, pois temos, o problema é o tema que é utilizado exageradamente e com muita freqüência.

Admiro muito as letras escritas pelo Lucas e o Tavares da Fresno, os dois escrevem muito bem, e juntos melhor ainda, e passam boas mensagens com suas musicas, apesar de falar apenas de amores e desilusões. Temos também os caras do Forfun, não sei ao certo que é que escreve as letras (não quis ter trabalho em procurar), mas pra mim hoje, eles são os grandes poetas da musica da nossa geração. E eu não posso deixar de falar do Nene Altro do Dance Of Days, que suas letras são extremamente expressivas, e as vezes até um dialogo, ou um diario, quando escuto as musicas do DofD, eu penso: "pra mim, ele pode ser o próximo Renato Russo", só precisa de mais letras protestantes para isso, e não duvido da capacidade dele par tal.


É isso aee, quanto mais a gente escreve, ou toca, nós vamos adquirindo experiências, e que podemos usar para construir as nossas próprias musicas, letras ou invenções.

E quem é a pessoa que nunca ouviu uma musica que não disse as duas frases do começo do texto, ou algo parecido?

4 comentários:

Victor Von Serran disse...

muito bom Junior....começar falando de musica que é uma coisa qu vc gosta pra caralho,ja é um bom começo pra se tornara um blogueiro de qualidade como eu acho que vai ser !!!!!!

abraço meu mano
http://universovonserran.blogspot.com

Ítalo Richard disse...

cara, tem músicas que grudam na nossa cabeça como chiclete, outras fazem parte da nossa vida, nossa história...é como um fragmento que nos faz recordar de algo que foi bom ou ruim.
Muito legal o post!

abraço,
www.todososouvidos.blogspot.com

passa lá!

Leeh Tuiller disse...

Concordo com tudo o que citou no texto. Ótimo, adorei =]

Magic Exists disse...

tem musica que eu escuto o dia inteiro, e nao enjoo porq dentro de mim tem algo que se corresponde a musica sabe. achei bem legal seu texto, parabens =)

passa lá no meu blog dps, e se puder segue? muuuuuuuito obrigada.
magic-exist.blogspot.com